domingo, 2 de janeiro de 2011

CURSO À DISTÂNCIA/CERÂMICA - Modulo 1

É muito sério e trabalhoso o curso à distância do Instituto de Ceramologia Condorhuasi do Maestro Chiti. Tive que conviver com os livros do Instituto Condorhuasi. Em alguns momentos estava difícil dedicar-me com a atenção e afinco necessários para completar as lições. Tive que demandar esforços extras. Todavia, estava muito interessado em fazer a Tecnicatura e considerei, o tempo todo, muito importante para o meu conhecimento cerâmico, prático e teórico.Os resultados apareceram, houve uma modificação no meu conhecimento, uma transformação no meu trabalho e na intimidade com que eu comecei a tratar os materiais, a técnica e a cerâmica como um todo. Foi o resultado de estar durante dois anos lendo quase diariamente sobre cerâmica, consultando outras fontes, comparando e fazendos as lições práticas. O conhecimento não se faz com palavras, mas com dedicação e muito esforço. Porém, como a cerâmica é um assunto que gosto demasiado, houve, durante todo este tempo, uma atenção especial e um prazer em estudar e ver encaixando todas estas matérias na minha organização mental de conhecimento.
No modulo 1, ainda não estava enviando as fotos dos trabalhos práticos que fazia, reportava-me sobre eles e demonstrava os resultados.
O Instituto Condorhuasi apresenta um MÉTODO de aprendizado com TÉCNICA. Isto é que é interessante e produtivo. Você pode entregar-se ao aprendizado. Depois, vai adaptando às suas matérias-primas ao seu modo próprio de trabalhar ao seu caminho particular. Mas o importante é que pode seguir uma trilha segura. Com a leitura de outras fontes, com a internet apresentando trabalhos em quantidades incríveis, com cabeças todos os tipos, viradas do avesso, inclusive(o que não é ruim), tudo isso faz parte, é um pedaço de nós, porque somos tudo, somente que escolhemos aquilo com o que nos identificamos para sermos seres melhores (bom é acreditar!).
No Módulo 1 o conteudo foi o seguinte:

MATERIAS: (Baja, media y alta temperatura. Incluye gres y porcelana).-
1) Arcillas y pastas cerámicas (con microscopía y laboratorio de análisis).-
2) Realización de vasijas (métodos manuales).
Há uma diferença entre o curso que estava sendo ministrado no Instituto e o que foi cursado à distância. Tive que comprar alguns equipamentos para acompanhar. UM bom almofariz de porcelana, uma balança digital de precisão com duas casas decimais, ou seja, pesar 0,01 grama, tubos de ensaio, copos de becher, erlemeyr, etc. Foi preciso para diagnosticar argilas, talcos, caulins, etc. Como sou engenheiro químico, tinha já intimidade com toda essa traquitana de laboratório e foi tranquilo realizar as práticas de análise. Claro que ver alguém falando sobre o resultado é diferente de olhar à distância, mas sempre foi possível trocar informações para tirar dúvidas.
Bueno, várias massas foram preparadas, porcelana, inclusive, com materiais diferentes misturados, chamotes, arenitos, vermiculita, etc. Depois, sempre se aproveitou para confeccionar alguma peça usando os métodos do Instituto Condorhuasi.
Vejam, por exemplo, uma forma muito prática de colar duas partes de peças cerâmicas que estão sendo modeladas que devem ser ocadas e depois coladas, ou placas que devem ser juntadas. O método Condorhuasi é o seguinte: unem-se as partes com um pouco de massa com silicato de sódio e fazem-se incisões profundas que pegam os dois lados das peças que se estão juntando. Depois passa-se uma massa mais mole nos sulcos que ficaram das incisões e dá-se o acabamento. Em toda a parte eu estava acostumado a ver essa junção sendo feita apenas passando uma serrinha de metal para fazer sulcos, não muito profundos, nas partes que se deveriam unir, depois passar uma massa mole, tipo mingau grosso, unir e dar o acabamento. O método Condorhuasi é muito mais garantido, eficiente, principalmente para esculturas que são ocadas fazendo corte em partes.
Os Livros que serviram de base para este curso, todos do Maestro Jorge Fernandes Chiti, do Instituto Condorhuasi,são:
Toxicologia Cerámica - 1 volume,
Cerámica Arqueologica Indígena Argentina - 1 volume,
Dicionário Cerámico - 3 volumes,
Curso Practico de Cerámica - 4 volumes,
Manual de Esmaltes Cerámicos - 3 volumes,
Hornos Cerámicos - 1 volume,
La Simbolica - 2 volumes,
Diccionário Indígena Argentino - 1 volume.

3 comentários:

Márcia Miller disse...

Olá Gilberto,moro em Portugal e gostaria de ter o teu e-mail p contacta-lo se possível.
marcia.miller@hotmail.com
bem haja

. disse...

gpnarciso@gmail.com
Entre em contacto!

Flavia Veiga disse...

Oi Gilberto,

Achei muito interessante as informações que você passou a respeito do Curso Tecnictura em Cerâmica do Instituto Condorhuasi. Gostaria de saber se ao longo do curso consta como exercício a construção de algum forno. Tenho interesse em iniciar o curso em agosto.



Obrigada

Flávia